Já no passado dia 12, na rede social Instagram, Floyd havia referido que a UFC lhe tinha oferecido “três ou quatro combates no octógono para fazer mil milhões de dólares”. Agora, chegou a confirmação e logo por parte do homem do topo da pirâmide.

A Bleacher Report refere que as declarações de Dana White, presidente da UFC, foram feitas a Brett Okamoto, jornalista da ESPN, acerca da possibilidade do pugilista norte-americano voltar a trabalhar com a maior promotora de Artes Marciais Mistas do mundo. Sobre o assunto, White esclareceu que se trata de algo bem “real” e que poderá efetivamente acontecer.

“Estamos a falar com Floyd sobre um negócio com a UFC. Isto é real. Ele estava a falar sobre [um combate de boxe com] McGregor. Será que isso foi real? Vocês já ouviram o Floyd falar de muitas coisas que não sejam verdadeiras? Por norma, ele bate com a mão quando está a falar com a imprensa e depois as coisas acabam por acontecer”, disse White.

“Nós estamos interessados em fazer qualquer coisa com Floyd. Tudo é uma possibilidade viável. Mayweather vs McGregor aconteceu. Tudo é possível”, rematou.

Escreve a Bleacher Report que Dana White e Floyd Mayweather acabaram por ficar "próximos" enquanto estavam a negociar o contrato que permitiu que Conor McGregor subisse ao ringue de boxe naquela que foi a vitória número 50 (a zero) da carreira do norte-americano.

Aos 40 anos, tinha dito em agosto, aquando a luta com McGregor, que tinha encontrado o “parceiro de dança” ideal para se reformar e que não voltaria a pisar um ringue de boxe.

“Não me voltam a ver no ringue”, disse Floyd ao programa de rádio MMAjunkie. “Há quem me esteja a desafiar? Esqueçam. Estou OK. Tive uma grande carreira. Tive uma tremenda carreira”, explicou.

Mayweather nunca competiu em artes marciais mistas (MMA), mas está sempre à procura de enriquecer a conta bancária. Afinal, não é à toa que é conhecido por Floyd “Money” Mayweather.

O combate com McGregor é agora oficialmente o segundo maior pay per view de todos os tempos, tendo gerado 4.3 milhões de compras na América do Norte, de acordo com os dados revelados pela Showtime recentemente.

Trazer Mayweather para a UFC e remarcar um embate com o irlandês no mundo do MMA, pode levar a que o enorme interesse suscitado na primeira luta seja rebuscado para benefício de todos aqueles envolvidos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.