Na sequência da ofensiva militar russa na Ucrânia, Putin, praticante e fã de judo, viu assim ser-lhe retirada a presidência honorária da FIJ.

Rotenberg, apontado como um dos oligarcas mais íntimos do líder do Kremlin, também perdeu o posto de diretor para o desenvolvimento da IJF e o respetivo lugar no comité executivo do organismo.

A invasão da Ucrânia pela Rússia provocou a fuga de mais de 1,5 milhões de pessoas para os países vizinhos, segundo a ONU, com um número de mortos e feridos calculados na ordem dos vários milhares, mas ainda por determinar, tanto militares como civis, de ambas as partes.

O ataque ordenado Putin visa a “desmilitarização e a desnazização” da Ucrânia, o que significa o derrube do regime pró-ocidental de Kiev.

Os atos de guerra foram condenados pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas contra Moscovo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.