“Depois de ouvir o relatório da delegação, Kim Jong-Un deu conta da sua satisfação [...] e disse que o Sul, que reservou um acolhimento particular à delegação da Coreia do Norte, foi muito impressionante”, escreveu a KCNA.

O líder norte-coreano considerou também importante manter o espírito conciliador entre as duas Coreias.

A delegação de alto nível, encabeçada pela irmã de Kim Jong-Un, Kim Yo-Jong, regressou a Pyongyang depois de três dias na Coreia do Sul.

A irmã do líder convidou o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, a visitar a Coreia do Norte num futuro próximo.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.