Kamworor, de 26 anos, vencedor da maratona de Nova Iorque em 2017, superou o tempo de Kiptum em 17 segundos, alcançado na meia maratona de Valência, em outubro de 2018.

Bernard Kipkorir Ngeno, também do Quénia, com um tempo de 59.16 minutos, e o etíope Brhanu Tsegu, em 59.22, terminaram em segundo e terceiro, respetivamente.

Além da prova conquistada hoje na Dinamarca e da maratona de Nova Iorque, Geoffrey Kamworor venceu também outras três meias maratonas, em 2014, 2016 e 2018, o mundial de corta-mato, em 2015 e 2017, e a medalha de prata nos 10.000 metros dos Mundiais2015.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.