O único golo do encontro foi marcado pelo inglês Tammy Abraham, aos 32 minutos, na concretização de uma jogada a três toques, que começou na defesa da Roma, com um lançamento longo, e uma assistência milimétrica de Nicolò Zaniolo.

A Roma entrou forte, com uma oportunidade de golo logo aos três minutos, através de um cabeceamento de Gianluca Mancini, marcou por Abraham, naquele que foi o seu 13.º golo na Serie A, mas a Atalanta equilibrou e obrigou por várias vezes Rui Patrício a negar o golo do empate.

Depois de três empates consecutivos, os romanos somaram a segunda vitória seguida, numa partida em que o português Sérgio Oliveira saiu do banco aos 84 minutos e que terminou com as equipas reduzidas a 10, por expulsão, já nos descontos, de Marten de Roon e Henrikh Mkhitaryan.

Com a conquista dos três pontos, numa partida em que José Mourinho cumpriu o segundo dos dois jogos de suspensão, a Roma, sexta classificada, encostou à Atalanta, quinta com menos um jogo, com os mesmos 47 pontos, provisoriamente a três da Juventus, quarta.

A Udinese, com o português Beto a titular, venceu em casa por 2-1 a Sampdoria, num regresso às vitórias após dois empates seguidos na Serie A, e segue na 14.ª posição, com 29 pontos, mas menos dois jogos.

O encontro teve um inicio frenético, com a Udinese a chegar à vantagem de 2-0, com golos do espanhol Gerard Deulofeu, aos três minutos, e Destiny Udogie, aos 12, e a Sampdoria a reduzir por Francesco Caputo, aos 13, fixando o resultado final.

A Sampdoria, que somou a segunda derrota consecutiva na Serie A, e que na próxima jornada defronta a Juventus, segue na 16.ª posição, com 26 pontos, com quatro de vantagem sobre a linha de despromoção.

A 28.ª jornada prossegue ainda hoje com o jogo Cagliari-Lazio.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.