O anúncio surgiu um dia depois de a Sauber anunciado o fim do acordo com a Honda, “por motivos estratégicos”.

Segundo o novo acordo com a Ferrari, a Sauber utilizará a partir de 2018 “as mais recentes funcionalidades” dos motores fabricados em Maranello, Itália.

“A experiência repartida entre a Sauber e a Ferrari construiu uma base sólida que nos permitirá avançar rápida e eficientemente, também no desenvolvimento do monolugar, a partir de 2018”, destacou o novo líder da Sauber, Frédéric Vasseur.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.