Gabriel, que foi baixa nos últimos jogos do Benfica, devido a uma patologia ocular, não tem prazo para "o regresso à sua condição plena de futebolista de alta competição." O clube da Luz divulgou esta quarta-feira uma nota a esclarecer o estado do atleta.

Os encarnados explicam que Gabriel "apresentou as primeiras queixas, relacionadas com a visão, no dia seguinte ao Benfica-Famalicão, no Estádio da Luz, da Taça de Portugal".

Após  "todos os exames e testes recomendáveis em função do quadro clínico apresentado pelo jogador", foram afastados hoje "cenários de maior gravidade".

Segundo o clube, "Gabriel tem parésia do VI par craniano esquerdo, com limitação da abdução, que condiciona dipoplia". Esta situação "impossibilita determinar um prazo para o regresso à sua condição plena de futebolista de alta competição", acrescenta a nota.

"Lembrando-se, no entanto, que o mais importante é garantir que não existem outros riscos e que não está em causa a atividade normal no dia a dia", diz ainda.

"Gabriel irá continuar a apresentar-se diariamente no Benfica Campus, para fazer o trabalho físico que se entender por adequado", conclui o clube da Luz.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.