Em Singapura, a vencedora do US Open de 2017 bateu Pliskova, sétima da hierarquia, por 0-6, 6-4 e 6-1, em uma hora e 57 minutos, e assegurou a presença na nona final da carreira.

Stephens, de 25 anos, procura o seu sétimo título, o segundo do ano, depois do triunfo em Miami, frente a Svitolina, sétima do ‘ranking’, que soma 12 troféus no circuito, três dos quais conquistados este ano, em Brisbane, Dubai e Roma.

A norte-americana já conquistou os torneios de Washington, em 2015, de Charleston, Acapulco e Auckland, em 2016, além dos títulos de Miami e Flushing Meadows, tendo ainda chegado este ano às finais de Roland Garros e Montreal.

Esta é a primeira vez desde a introdução de uma fase de grupos no Masters, em 2003, que nenhuma das quatro primeiras favoritas chega às meias-finais.

Stephens e Svitolina já se defrontaram em três ocasiões, a última das quais em Montreal, onde a norte-americana venceu por duplo 6-3. Os outros dois embates remontam a 2014, quando Svitolina levou a melhor em Charleston (6-4 e 6-4) e Stephens no Open da Austrália (7-5 e 6-4).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.