“Devia estar feliz pela prova que fiz neste grande palco do judo mundial. Mas tenho a sensação de insatisfação e frustração. Levei um ‘hansoku make’, na meia-final por uma ação técnica considerada castigo e acabei por ser desclassificada e impedida de lutar sequer pelo bronze”, lamentou a atleta na conta oficial no Facebook.

Telma Monteiro perdeu ao fim de 58 segundos frente a Sumiya Dorjsuren, da Mongólia, sendo posteriormente desqualificada devido a um gesto involuntário que poderia magoar a oponente. Uma decisão com a qual Telma Monteiro não concorda.

“Desta vez, tenho de dizer que não concordo com esta decisão e que ainda não encontrei quem concorde”, indicou a atleta, que venceu a prova parisiense em 2012 e 2015.

A judoca portuguesa ficou em quinto lugar no Grand Slam de Paris, sendo atualmente a 11º classificada no ranking mundial da categoria de -57 kg.

Já hoje, questionada pelos jornalistas, em Paris, Telma Monteiro remeteu para mais tarde esclarecimentos sobre a sua participação no evento.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.