Na final, Murray manteve a ‘tradição’ e voltou a vencer o espanhol Fernando Verdasco, 35.º da hierarquia, em dois ‘sets’, pelos parciais de 6-3 e 6-2, em uma hora e 13 minutos.

Esta foi o 15.º frente a frente entre Murray e Verdasco, com o britânico a somar o 13.º triunfo sobre o espanhol, na segunda final que disputaram.

O primeiro encontro decisivo entre os dois ocorreu na edição de 2007 do torneio de São Petersburgo, na Rússia, com vitória para Murray.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.