Depois de se sagrar campeão do segundo torneio do Circuito Sénior da FPT, Frederico Silva, 193.º colocado no ‘ranking’ ATP, derrotou Fábio Coelho, de 20 anos, para registar mais um triunfo em dois ‘sets’, pelos parciais de 6-1 e 6-0, em uma hora e dois minutos.

“As primeiras rondas são sempre difíceis, mas joguei na semana passada com o Fábio e sabia o que tinha de fazer hoje para conseguir um bom jogo. Felizmente consegui fazê-lo e ganhar o encontro com uns parciais desequilibrados, o que foi bom para não passar muito tempo em ‘court'”, explicou o esquerdino das Caldas da Rainha.

O próximo adversário de Frederico Silva, de 25 anos, será João Monteiro, com quem decidirá o apuramento para as meias-finais no centenário Tennis Club da Figueira da Foz.

“Já joguei com o João algumas vezes, foram sempre encontros equilibrados e vai ser certamente mais um jogo equilibrado e duro. Já nos conhecemos bem e ambos sabemos o que temos de fazer”, acrescentou Silva.

Pedro Sousa, número dois português e 110 mundial, por sua vez, acabou por desistir no seu primeiro encontro na fase de grupos, quando já estava em desvantagem (2-5) frente a Martim Prata.

“Continua a ser o gémeo. É a mesma lesão que tive há um mês e pouco e também em Vale do Lobo. Consigo treinar, mas ainda não estou pronto para competir. Esse era o grande objetivo destas semanas e infelizmente ainda não consigo. Consigo treinar num ambiente controlado, mas quando há alguma incerteza e alguma tensão no encontro o gémeo não aguenta, por isso, infelizmente, vou ter de parar e saltar o Campeonato Nacional Absoluto”, disse o lisboeta, que será substituído na segunda ronda por Paulo Fernandes.

Já Gastão Elias, após desistir no encontro de acesso às meias-finais no Lisboa Racket Centre, com mazelas no cotovelo direito, estreou-se hoje na Figueira da Foz com uma vitória ante Jaime Faria, em duas partidas, por duplo 6-2.

“Foi uma primeira ronda em que eu fiz com que fosse tranquilo… Não o conhecia, treinei com ele no outro dia e gostei bastante das pancadas dele. Acho que é um jogador bastante completo, com bastante futuro. Entrei para este encontro tranquilo, mas a saber que do outro lado ia estar um jovem sem pressão nenhuma, solto, e que isso, de alguma maneira, pode às vezes complicar um bocado as coisas, mas felizmente consegui ser consistente do início ao fim”, afirmou Elias.

Graças ao triunfo, o antigo top-60 mundial vai defrontar na próxima ronda Nuno Borges, com quem perdeu nas meias-finais da primeira etapa do Circuito Sénior da FPT, em Loulé.

“Aprende-se muito com as derrotas, acho que posso mudar uma ou outra coisa, principalmente no plano de jogo, mas vai ser um encontro bastante difícil. Ele ganhou na última vez, portanto, logo aí, é um indicador que pode vir a ser um encontro bastante complicado. Nos últimos 12 jogos ganhou 10 e está com muita confiança. É sempre perigoso defrontar um jogador confiante, ainda mais com o Nuno que é muito talentoso”, sublinhou o jogador da Lourinhã, de 29 anos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.