O organismo que superintende o futebol europeu responsabiliza o Manchester United de ter chegado ao estádio depois da hora prevista, atrasando a entrada da equipa em campo e, consequentemente, o começo da partida.

O Valência também é visado por este atraso, bem como pelo lançamento de pirotecnia por parte dos adeptos e por infringir as regras sobre o equipamento.

No jogo que ditou a surpreendente derrota do Real Madrid na Rússia, com o CSKA Moscovo, o procedimento centra-se na equipa russa, com a UEFA a considerar que houve bloqueios em acessos ao estádio, o que vai contra o artigo 38.º das regras de segurança do organismo europeu.

A Comissão de Controlo, Ética e Disciplina da UEFA estudará os casos em 18 de outubro.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.