No Arthur Ashe Stadium, repleto com mais de 23 mil pessoas, o esquerdino de Manacor, número dois mundial, de 33 anos, precisou de cinco ‘sets' para bater o jovem russo, de 23 anos, que ocupa o quinto lugar do ‘ranking' ATP, pelos parciais de 7-5, 6-3, 5-7, 4-6 e 6-4, em quatro horas e 51 minutos.

Depois de ter desistido há um ano na meia-final frente ao argentino Juan Martin del Potro, com uma lesão no joelho direito, Rafael Nadal voltou a Nova Iorque para repetir os triunfos de 2010, 2013 e 2017 e aproximar-se do recorde do suíço Roger Federer, que soma 20 títulos do Grand Slam.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.