No final dos 174,7 quilómetros, entre Miranda do Corvo e Leiria, Appollonio foi o mais rápido, cortando a meta em 4:47.08 horas, o mesmo tempo do português Daniel Mestre (W52-FC Porto) e do compatriota Matteo Malucelli (Caja Rural), segundo e terceiro classificado, respetivamente.

Samuel Caldeira foi atrasado por queda, mas o incidente ocorreu dentro dos três quilómetros finais, pelo que manteve a liderança, com o mesmo tempo do suíço Gian Frieseck (SRA) e do espanhol Gustavo Veloso (W52-FC Porto).

Na sexta-feira corre-se a segunda etapa, a mais longa da 81.ª edição da Volta a Portugal, com 198,5 quilómetros, entre Marinha Grande e Santo António dos Cavaleiros, com a meta a coincidir com uma contagem de montanha de terceira categoria.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.