Terceiro classificado da geral final nas últimas duas edições, De Mateos assume ter “trabalhado muito para chegar a este momento”, a que chega “bem e confortável”.

“O objetivo é melhorar, sempre. Quero conseguir a amarela, e vamos lutar por isso”, atirou o ciclista de 30 anos, à margem da apresentação das equipas, em Viseu.

A cidade viseense será palco do prólogo que dá a partida da Volta, num exercício individual de seis quilómetros, que vai marcar as primeiras diferenças entre os favoritos.

Depois de ter começado a carreira como ‘sprinter’, De Mateos é hoje “um ciclista todo o terreno”, assumiu, razão pela qual o percurso agrada. “Não há nada que não goste, até porque inclui algumas chegadas em alto”, referiu.

Dirigida por Jorge Piedade, que admitiu à Lusa ter como “foco único” o apoio ao líder, a formação algarvia traz ainda nomes como o espanhol David de la Fuente ou os portugueses Luís Fernandes para ‘atacar’ a ‘Portuguesa’.

A 81.ª edição da Volta a Portugal arranca na quarta-feira em Viseu, passando depois por 10 etapas e um dia de descanso, em pontos ‘míticos’ como a Torre (quarta etapa) ou a Senhora da Graça (nona etapa) antes de terminar num contrarrelógio entre Vila Nova de Gaia e o Porto, que acolhe um final de etapa pela primeira vez em 30 anos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.