O colombiano, de 23 anos, acelerou no último quilómetro e cumpriu a tirada de 187,5 quilómetros, entre Lorca e o observatório astronómico de Calar Alto, em 5:05.09 horas, 14 segundos menos do que Froome, que ganhou tempo a todos os adversários pela vitória final, e do que o italiano Vincenzo Nibali (Bahrain Mérida), terceiro, no cimo de uma subida de primeira categoria que culminou na meta.

Na quinta-feira, os ciclistas enfrentam os 160,1 quilómetros entre Motril e Antequera, numa etapa com uma contagem de montanha de primeira categoria e uma de segunda a testarem a liderança de Froome, que agora tem como perseguidor mais próximo Nibali, segundo a 1.19 minutos, e o colombiano Esteban Chaves (Orica-Scott), que fecha o pódio a 2.33.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.