Fonte oficial da CGD disse hoje à agência Lusa que "há vários anos que existem Agências da Caixa a encerrar à hora do almoço, em horários diferenciados consoante o local, tendo em vista a adequação dos recursos às necessidades dos clientes", medida que considerou ser "prática do setor".

Os autarcas de Vila Nova da Barquinha e de Constância, no distrito de Santarém, afirmaram à Lusa ter informação que as respetivas agências vão encerrar no período da hora de almoço já a partir deste mês de janeiro, no que consideram uma medida "inaceitável" e que "contraria os objetivos inscritos no Programa do XXI Governo Constitucional para combate à desertificação e para afirmação da sustentabilidade dos territórios de baixa densidade".

Também PS e BE questionaram hoje o Governo, através do Ministério das Finanças, sobre se a Caixa Geral de Depósitos "vai efetuar alterações ao horário de funcionamento das suas agências" no distrito de Santarém, "quais, quando" e que "critérios" fundamentam a medida.

Na resposta enviada à agência Lusa, a CGD refere que, no processo de racionalização de funcionamento da rede de Agências, "em algumas delas o serviço de tesouraria ao balcão encerra durante o período da tarde, encontrando-se sempre disponíveis as áreas automáticas, permitindo toda a conveniência aos clientes nas operações de levantamentos e depósitos em numerário, bem como todas as transações habitualmente disponibilizadas".

Na mesma nota, pode ler-se que "são atualmente 185 agências, em horários diferenciados consoante o local, tendo em vista a adequação dos recursos às necessidades dos clientes". Por outro lado, acrescenta, "não existe qualquer agência a encerrar da parte da tarde".

"Estas agências, com exceção do referido serviço de tesouraria, encontram-se a prestar o serviço normal à porta fechada", pode ler-se no documento.

Apesar de questionada sobre o assunto, a CGD não referiu se vão encerrar mais agências à hora de almoço em 2017, quando, quantas e quais.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.