O crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos entre janeiro e março deste ano, agora revisto pelo Governo federal do país, fica também abaixo da previsão média dos analistas, que apontavam para os 2,3%.

A despesa dos consumidores, que nos Estados Unidos representa quase dois terços da atividade económica, foi revista em baixa de 1,1% para 1%, depois de ter registado um crescimento de 4,4% no último trimestre do ano passado.

O investimento empresarial, no período em análise, teve uma “significativa recuperação”, suportada pelo crescimento do investimento em bens de equipamento, que passou de um aumento de 4,6% anteriormente apurado para os 6,5% atuais.

O crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre deste ano está aquém da promessa do presidente norte-americano, Donald Trump, que apontou para uma taxa anual de 3%, impulsionada pelo plano de estímulo fiscal à economia do país.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.