Em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a EDP informa que a SU ELETRICIDADE, comercializador de último recurso do sistema elétrico português, detido a 100% pela EDP, acordou a venda sem recurso, através de cinco transações individuais, de 28,8% do défice tarifário de 2021 relativo ao sobrecusto com a produção em regime especial, por um montante de 503 milhões de euros.

Este défice tarifário resulta do diferimento por cinco anos da recuperação do sobrecusto de 2021 com a aquisição de energia aos produtores em regime especial (incluindo os ajustamentos de 2019 e 2020), adianta a empresa no comunicado.

Em dezembro, a EDP já tinha acordado a venda de 15,5% do défice tarifário de 2021, por um montante de 271 milhões de euros.

O défice tarifário é uma medida que permite que o aumento das tarifas da energia não seja aplicado de uma só vez, mas sim de forma faseada no tempo, correspondendo à diferença (cumulativa) entre o preço que deveria ser assumido na tarifa e aquele que efetivamente é.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.