A decisão, já esperada pelos mercados, foi anunciada hoje pelo banco central norte-americano, em comunicado, após o fim da reunião de dois dias do Comité Federal de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês).

Este é o primeiro aumento depois de dois anos com o intervalo da taxa diretora em mínimos históricos. Em 2020, para responder ao impacto da pandemia, a Fed cortou duas vezes as taxas de juro num mês, fixando a taxa de referência num intervalo entre 0% e 0,25%, o mais baixo de sempre. Agora para conter o aumento da inflação, o banco central abre um novo ciclo da política monetária norte-americana, com um aumento dos juros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.