“Potenciar o desenvolvimento de soluções disruptivas digitais na indústria do futebol, desporto e entretenimento que possam ajudar ao contínuo crescimento da La Liga no campo da tecnologia e da inovação” é o propósito da competição global para startups que a estrutura desportiva que organiza os campeonatos profissionais de futebol em Espanha (1ª e 2ª divisão), criou em conjunto com a Global Sports Innovation Center (GSIC).

O concurso de âmbito internacional (Startup Competition 2019) lançado às empresas emergentes nas áreas tecnológicas resulta de uma aliança entre o patrão do futebol espanhol e o centro de tecnologia desportiva, com sede em Madrid, para criar uma plataforma aberta de inovação debaixo do nome “The Original Inspiration Centre”.

Até dia 30 de março, as startups devem apresentar as suas propostas vinculadas a quatro áreas: meios de comunicação social (transmissões televisas, second screen, gráficos ou novos media), relação com os adeptos (jogos digitais, desporto eletrónico ou merchadising), estádios inteligentes (segurança, experiências ou bilhética) e rendimento desportivo (investigação, prevenção de lesões ou material desportivo). Para além destas, haverá espaço para a apresentação de “ideias” para dados ou Inteligência Artificial, sendo que a componente estatística tem sido uma das apostas de quem rege o futebol em Espanha, visível no portal media coach.

“Estamos comprometidos com o desenvolvimento das inovações tecnológicas que permitam melhorar a experiência dos nossos adeptos e no crescimento tecnológico dos nossos clubes (42 equipas: 20 na 1ª divisão e 22 na 2ª divisão). Para além disso, com este tipo de iniciativas, reforçamos o nosso compromisso com a promoção do talento na indústria do futebol ”, sublinhou Minerva Santana, diretora de Inovação da La Liga, no arranque do concurso.

Após a receção das candidaturas será feita uma seleção de startups através de um júri composto por representantes da LaLiga, GSIC e da Microsoft. Em maio, 25 empresas farão uma apresentação online, e numa fase seguinte, a final, são selecionadas 10 finalistas. Quem chegar a este estádio apresenta os seus projetos à estrutura que organiza o futebol profissional em Espanha e começa o processo de aceleração, de setembro a dezembro, debaixo da tutoria da GSIC.

Embora, “por enquanto”, para a La Liga, neste programa, “não está previsto entrar como investidor”, esse propósito pode vir ser “uma das opções a seguir a esta competição e ao processo de incubação”, admitiu ao SAPO24 fonte oficial da estrutura máxima do futebol espanhol.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.