O IGCP, agência que gere a dívida pública portuguesa, informou que vai realizar hoje “dois leilões de Bilhetes do Tesouro (BT) que têm maturidades em janeiro de 2018 (três meses) e setembro de 2018 (11 meses).

Em 16 de agosto, Portugal colocou 1.000 milhões de euros, montante máximo anunciado, em Bilhetes do Tesouro a três e a 11 meses, a taxas de juro médias ainda mais negativas do que as dos anteriores leilões comparáveis.

A 11 meses foram colocados 750 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro (BT) à taxa de juro média de -0,291%, de novo negativa e inferior à registada em 21 de junho de 2017 (-0,264%).

A três meses foram colocados 250 milhões de euros em BT à taxa média de -0,348%, também mais negativa do que a verificada também em 21 de junho (-0,337%).

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.