A empresa vai colocar em ação o que denominou de "Serviço de Flexibilidade de Procura". No âmbito deste programa, os consumidores recebem incentivos se concordarem em utilizar menos energia em períodos críticos.

A par, a empresa responsável pelas centrais, linhas de alta tensão e infraestruturas elétricas que permitem a produção, transporte e utilização de eletricidade em todo o Reino Unido solicitou o aquecimento de três geradores movidos a carvão para o caso de virem a ser necessários.

O motivo? Tal como portugal, o Reino Unido está a enfrentar uma onda de frio nos últimos dias, o que faz aumentar a utilização de energia. Apesar de tudo, a empresa garante que não há risco de rutura na rede.

Este serviço de flexibilidade, que já foi testado antes e que visa "garantir que toda a gente tem a eletricidade de que precisa", como refere Craig Dyke, responsável pelo controlo da rede, nunca foi aplicado numa situação real, o que deverá acontecer hoje entre as 17h00 e as 18h00 (mesma hora em Portugal).

No total, 26 fornecedores de energia aderiram ao esquema de poupança, assim como mais de um milhão de famílias, refere a Reuters.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.