“Adicionalmente, a companhia aérea processará 90% de todos os reembolsos até ao final de julho”, refere uma nota divulgada hoje.

Segundo o texto, “plataformas não autorizadas como Kiwi.com, Last Minute.com, On The Beach e Love Holidays, entre outros, fornecem à Ryanair dados de clientes falsos, e adicionam nomes de clientes a cartões de crédito “virtuais”, bloqueando os pagamentos de reembolso dos clientes”.

A companhia apela “a todos os clientes afetados que solicitem o seu reembolso diretamente à Ryanair através do novo formulário ‘Verificação de Cliente’, disponível em Ryanair.com”, acrescenta o comunicado da companhia, que diz ter recebido muitas queixas “sobre estas agências de viagens ‘online’ não autorizadas que se recusam a ajudar os clientes”.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.