O Sindicato dos Trabalhadores do Comércio (CESP), através de comunicado publicado no seu site, apelou à "luta no Natal", convocando greve para os dias 22, 23 e 24 de dezembro.

No dia 22 de dezembro a convocatória é destinada aos trabalhadores nas áreas de armazém e logística. Já nos dias 23 e 24, para todo o setor das empresas de distribuição (super e hipermercados, grandes superfícies especializadas, armazéns e logísticas da distribuição). Um pré-aviso de greve foi publicado.

Os trabalhadores reivindicam a negociação do Contrato Coletivo de Trabalho, o aumento dos salários de todos os trabalhadores, a progressão automática dos operadores de armazém até ao nível VIII (operador de armazém especializado), a manutenção do valor pago por trabalho suplementar e por trabalho em dia feriado.

A CESP é contra a redução do valor das horas extras e do trabalho aos feriados, exige ainda horários de trabalho regulados, é contra o banco de horas, e salienta o direito à conciliação da vida profissional com a vida pessoal e familiar.

O sindicato apela à adesão dos trabalhadores da Jerónimo Martins (22, 23 e 24 de dezembro) e do Pingo Doce (23 e 24 de dezembro), do Modelo Continente (23 e 24), Lidl (22 a 24) e do Dia Portugal (23 e 24), que detém a marca Minipreço.

As reivindicações prendem-se com o "aumento salariais para todos sem discriminações; fim dos ritmos de trabalhos brutais; fim do desrespeito pelas normas de organização dos horários; respeito pela rotatividade dos dias de descanso; por condições de saúde, higiene e segurança nos locais de trabalho; fim da pressão, repressão e assédio aos trabalhadores."

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.