Às 14:55 (hora de Lisboa), o índice Dow Jones descia 1,33% para 28.605,26 pontos e o Nasdaq recuava 1,66% para 9.160,66 pontos.

O índice alargado S&P 500 descia 1,48% para 3.246,72 pontos.

A China elevou hoje para 80 mortos e mais de 2.700 infetados o balanço de vítimas do novo coronavírus detetado no final do ano em Wuhan, capital da província de Hubei (centro).

Além do território continental da China, também foram reportados casos de infeção em Macau, Hong Kong, Taiwan, Tailândia, Japão, Coreia do Sul, Estados Unidos, Singapura, Vietname, Nepal, Malásia, França, Austrália e Canadá.

As autoridades chinesas admitiram que a capacidade de propagação do vírus se reforçou.

Nas últimas sessões, Wall Street já tinha sido afetada pela epidemia vinda da China e no conjunto da semana passada o Dow Jones recuou 1,2%, o Nasdaq 0,8% e o S&P 500 1%.

As companhias aéreas fazem parte das empresas mais afetadas pela inquietação, com a American Airlines a recuar 7,13% e a Delta 4,18%.

Outros grandes nomes da bolsa nova-iorquina que têm uma parte da produção na China estão igualmente a perder terreno, como a Apple (-2,41%) e a Nike (-2,92%).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.