Na iniciativa promovida pela Hi Fly, entre as dezenas de itens de plástico de uso único que foram substituídos estão: copos, colheres, saleiros e pimenteiros, sacos para enjoo, embalagens para cobertores e almofadas, pratos, embalagens de manteiga individuais, garrafas de refrigerantes e escovas de dentes. Afinal, o combate ao plástico é possível e até nos locais onde todos diziam que era impensável.

Em apenas quatro voos eliminaram-se 350 quilos de plástico e o desafio da própria empresa é, até  finais de 2019, eliminar completamente o uso de plásticos descartáveis a bordo dos seus aviões, com o objetivo de se tornar a primeira companhia aérea do mundo a remover por completo o uso de plástico. Voar sem plástico vai ser possível no futuro e era um objetivo inalcançável para as companhias aéreas!

Na área da alimentação e do retalho também há excelentes notícias. Para além da crescente preocupação ambiental demonstrada por todas as cadeias de supermercados e hipermercados na redução do uso e venda de produtos fabricados com plástico, uma equipa de investigadores do Centro de Investigação de Montanha e do Instituto Politécnico de Bragança criou um spray, 100% natural e comestível, que poderá ser um conservante amigo do ambiente e que poderá vir a substituir o plástico em toda a cadeia de embalamento.

E nas escolas, as preocupações ambientais fazem cada vez mais parte do ADN destas instituições, partilhando com toda a comunidade as suas preocupações. Em Faro, a Escola Pinheiro da Rosa, começou a oferecer um lanche saudável a todos os que para lá se deslocam de bicicleta. Esta iniciativa envolve professores, alunos, auxiliares e encarregados de educação, num movimento de promoção de vida saudável e verdadeiramente amigo do ambiente. A ideia é agora alargar este conceito a outros agrupamento e levar o Ministério da Educação a alargar também o seguro escolar às deslocações que se efectuem de bicicleta entre a escola e casa, na perspectiva de dar mais um incentivo para esta boa prática ambiental.

Como se pode verificar, pelos bons exemplos partilhados, não há impossíveis no combate ao plástico. Hoje a inovação está atenta às novas exigências da sociedade, criando novas soluções. As marcas querem distinguir-se pelas boas práticas ambientais. E na escola, a revolução de comportamentos e hábitos, é uma força que transforma a nossa forma de viver.

É certo que estes três vectores (Responsabilidade ambiental das marcas, inovação e educação)  irão imprimir uma mudança rápida em todas as gerações, no sentido de defendermos a qualidade do nosso ambiente. Passará a ser uma causa de todos!

 

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.