Quem achava que a pandemia nos ia unir enquanto espécie, depressa está a perceber que obviamente era palermice esse pensamento. Depois de uma aparente união inicial, começa a divisão: de um lado, temos os ultra cuidadosos e paranóicos que desinfectam as compras todas do supermercado e até usam máscara para falar por Zoom; do outro, quem continua a achar que isto é apenas uma gripe e que anda aí a lamber botões de autoclismo em estações de serviço.

No primeiro grupo, há um tipo de pessoa que se destaca e que são os bufos da Internet. Uma espécie de porteiras 2.0 que gostam de ver a vida dos outros e apontar-lhes os dedos nas redes sociais. Acho que precisamos de mais gente assim, pessoas que sabem o que é o melhor para a sociedade e que podem ser os agentes de fiscalização que Portugal precisa para controlar a pandemia. Por isso, deixo aqui um anúncio de emprego para quem se quiser candidatar às vagas existentes:

Procura-se Porteira Digital para controlar população do condomínio Portugal S.A. | Full-Time

Somos uma empresa jovem e dinâmica que está à procura de pessoas também jovens de espírito e dinâmicas com um ADN que faça um fit e um match na nossa cultura que é jovem e dinâmica como já dissemos, mas nunca é demais referir. Gostas de apontar o dedo ao que os outros fazem de errado? Gostas de cuscar as vidas alheias para te esqueceres da tua, desinteressante? Gostas de te colocar num pedestal de moralidade sem te preocupares com os teus telhados de vidro? Então esta vaga é para ti.

Função:

- Observar o comportamento da população do condomínio e reportar à chefia.

- Utilizar a beachcam para monitorizar o fluxo de pessoas nas praias para se queixar nas redes sociais. Mesmo que o candidato/a tenha o feed de Instagram cheio de fotografias em vivendas com piscina desde o início da quarentena, isso não é problema. A falta de noção é uma qualidade que valorizamos nesta empresa jovem e dinâmica.

- Possibilidade de missões à paisana onde terá de ir ao supermercado tossir para cima da fruta para testar a fiscalização em vigor.

- Tentar andar em transportes públicos sem máscara para se queixar nas redes sociais que ninguém respeita as regras e ninguém fiscaliza.

- Publicar frases como “Restaurantes cheios? Isto vai ser bonito, não tarda estamos todos em casa outra vez.”.

Perfil:

- Vontade de integrar um ambiente jovem e dinâmico.

- Conhecimentos de informática na óptica do utilizador.

- Gostar de receber likes e comentários como “É isso mesmo, até que enfim que alguém fala as verdades, estava a ver que era só eu a pensar assim.”

- Bom sentido de responsabilidade e níveis de hipocrisia elevados.

- Escolaridade não é importante, mas pessoas com mestrado e doutoramento terão preferência devido aos níveis superiores de arrogância intelectual.

Oferecemos:

- Nada, porque sabemos que o candidato ideal para nós é aquele que já faz isto por gosto e não por dinheiro e não queremos desvirtuar quem faz isto por missão e hobby. No entanto, podemos dar subsídio de alimentação e transporte, desde que não seja mais de dois quarteirões e uma bolacha maria.

Se estás interessado e preenches o perfil envia o teu currículo actualizado e detalhado. Vem ser jovem e dinâmico connosco, vem ser uma porteira digital, um chibo online, um bufo virtual.

Para comer: Os Doces da Ausenda ou o naco na pedra do restaurante O Batista, na Buraca.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.