Levo o cão à rua, logo cedinho, é o que prevejo fazer, que importa que seja sábado e precise de pão e outros víveres? Não importa nada, o meu foco é no meu cão, velhote e lento. Vou dizer-lhe: Olha, tu desculpa lá isto, mas temos de ir à rua e tens de fazer todo o chichi que conseguires, porque depois das 13 horas não te posso trazer.

Não posso ser multada, que isto não está fácil, todos os cêntimos contam, entendes? E o meu cão, que é idiotamente inteligente, e para mais carrega o nome de um famoso Jedi, chama-se Yoda (não, não é verde e tão-pouco consegue fazer levitar naves espaciais), encarar-me-á com o focinho do costume. Consigo ouvi-lo: tu terás noção, mulher, da minha idade? Em anos de cão tenho setenta e sete anos, sou um senhor cão, sou um ancião e sábio! Não só por te conhecer como a palma da minha pata, mas também por saber que vocês, duas pernas, são umas lamentáveis criaturas que vêem a autoridade e quase que fazem pelas pernas abaixo. Vais levar-me à rua, não tenhas a menor dúvida, caso contrário, estás a ver a carpete debaixo da mesa de jantar?, pois há ali um cantinho no qual, estou convicto, posso urinar com satisfação. Ou na perna da tua famosa chaise longue ou... olha, podes escolher, mulher, eu estou-me nas tintas para estados de emergência e regras e normativas. Sou um cão.

Preciso de ir à rua. Tu dirás que precisas de muitas coisas, que és humana, mas francamente, mulher, não é a mesma coisa, não é mesmo. Tu tens regras e roupas, e tens direitos e deveres, e precisas disto e daquilo, e podes encomendar online e, sobretudo, tens três casas de banho à disposição e nenhuma está cheia de papéis nojentos que as pessoas deitam para a rua, ou beatas ou outras porcarias.

Sim, é um suplício encontrar um sítio para fazer as minhas necessidades porque vocês, humanos, são uns porcos. Por tudo isto e mais umas quantas coisas patudas, que agora não me apetece atirar-te à cara, olha bem para o meu focinho, mulher, e diz comigo: vou levar o cão à rua sempre que ele precisar. E, já agora, informa-te, não há multas para donos de cães, ok? Podes ir comigo à rua à vontade, para não dizer à vontadinha. Se lesses o SAPO 24 estavas por dentro das coisas.

Percebes o que te digo, mulher? Tu informa-te, pá.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.