Tudo começou com uma publicação acidental. A CNBC adiantou ontem que a Volkswagen dos EUA tinha acidentalmente publicado um comunicado no qual revelava que ia passar a chamar-se Voltswagen. O erro foi rapidamente corrigido e o documento retirado, mas foi tarde demais: a imprensa já estava a par.

Havendo quem nutrisse suspeitas de que poderia ser uma partida de dia 1 de abril, a emissora norte-americana, inclusive, chegou a confirmar com uma fonte segura de que os planos eram verdadeiros, mas que não era suposto serem revelados para já. A Volkswagen, porém, acabou mesmo por confirmá-lo oficialmente.

Hoje, a empresa publicou um comunicado onde indica que vai mesmo passar a chamar-se Voltswagen, mas apenas nos EUA. Assim, passa de ser o “carro do povo” (“Volk” é “povo” em alemão e “wagen” é “carro”) para ser o “carro dos volts”. A mudança de nome está, de resto, em sintonia com os planos da empresa em apostar no mercado dos veículos elétricos.

Conforme menciona no comunicado, para a nova “Voltswagen”, a mudança é, acima de tudo, “uma declaração pública do investimento a pensar no futuro em e-mobilidade”, sendo que o novo nome e o branding à sua volta “simbolizam a impulso altamente enérgico para seguir em frente que a Voltswagen colocou em marcha, com o objetivo de mover todas as pessoas em prol dos veículos elétricos”.

Segundo a empresa, a mudança terá lugar já em maio deste ano, com os veículos elétricos a passarem já a ter o nome “Voltswagen” no lugar do conhecido símbolo da marca que sobrepõe o V com o W, que ficará reservado para os veículos movidos a combustíveis fósseis. De resto, as cores da empresa também vão sofrer alterações: a cor azul escura associada à marca vai apenas permanecer para o branding dos veículos a combustível, com a linha de elétricos a passar a ter uma cor azul mais clara para haver diferenciação.

Em conjunto com estas alterações, a empresa vai lançar em abril o ID.4 — a sua primeira linha de SUVs totalmente elétricos, sem emissões e destinados a percorrer longas distâncias — nos EUA.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.