Os afetados são os utilizadores que usam o Facebook para aceder a outras aplicações e às quais dão permissão para aceder às suas fotografias.

"Algumas aplicações de terceiros podem ter tido acesso a um conjunto de fotografias mais alargado do que o habitual", diz a empresa numa nota publicada num dos seus blogues.

Na mesma mensagem, o Facebook explica: "Quando alguém dá permissão a uma app [aplicação] para aceder às suas fotografias, normalmente nós só permitimos o acesso a fotografias que a pessoa partilha na sua cronologia". No entanto, neste caso, "o 'bug' terá também tido impacto nas fotografias que as pessoas colocaram no Facebook mas que escolheram não publicar", continua a nota.

A empresa diz que o problema, que ocorreu entre os dias 13 e 25 de setembro deste ano e que pode ter envolvido 1500 aplicações, já está resolvido.

Os utilizadores potencialmente afetados por este erro serão notificados através de um alerta enviado pelo Facebook. Diz a empresa que as pessoas serão encaminhadas para uma página onde poderão confirmar se usaram as aplicações afetadas pelo "bug".

A confiança dos utilizadores do Facebook tem sido posta em causa nos últimos meses devido a vários escândalos, entre os quais a revelação da partilha de dados pessoais para fins políticos à revelia dos utilizadores ou ainda a difusão de mensagens destinadas a influenciar secretamente as eleições em diversos países, incluindo os Estados Unidos e França.

*Com agência Reuters

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.