Em comunicado divulgado, a plataforma precisa que este dado consta do primeiro relatório trimestral que pretende revelar como estão a ser aplicadas as regras da comunidade do You Tube e para mostrar o progresso na remoção de conteúdos que violam as políticas da plataforma.

O relatório de transparência do YouTube será atualizado trimestralmente”, informa no comunicado, adiantando que, até ao final do ano, planeia acrescentar dados adicionais no relatório, incluindo informação sobre comentários, velocidade da remoção e as violações de políticas que motivaram a remoção.

“Também estamos a introduzir um local onde cada utilizador do YouTube pode aceder individualmente para verificar o estado dos vídeos que denunciou/sinalizou e pediu revisão por considerar que violam as regras da comunidade”, acrescenta.

A You Tube revela ainda que 6,7 milhões das remoções de vídeos no último trimestre do ano passado foram, primeiro, sinalizadas por máquinas para revisão, por intervenção humana, e 75% foram removidos antes de serem vistos.

“As máquinas estão a ajudar-nos a sinalizar conteúdo para revisão em escala, permitindo-nos remover milhões de vídeos que violam políticas, mesmo antes de serem visualizados”, diz a plataforma naquele comunicado.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.