"Cabaret Maxime", que tem estreia em vinte salas, conta a história de Bennie Gaza (Michael Imperioli), dono de um cabaret onde um grupo de artistas apresenta números musicais, de burlesco, comédia e striptease.

"Quando o velho bairro, há muito decadente, começa a sofrer um processo de gentrificação, Bennie tem de lutar para manter o seu clube à tona", lê-se na sinopse, numa referência ao verdadeiro Cabaret Maxime, que encerrou portas em 2011, na Praça da Alegria, em Lisboa, e onde se ergue hoje um hotel.

"Cabaret Maxime" reúne um elenco com o qual Bruno de Almeida já tinha trabalhado em filmes anteriores, como Michael Imperioli, John Ventimiglia e Nick Sandow (todos do elenco da série "Os sopranos"), Ana Padrão e Drena de Niro.

No filme entram ainda Manuel João Vieira, Miss Suzie, Selma Uamusse, Celeste Rodrigues e Phil Mendrix.

"Cabaret Maxime", uma coprodução luso-americana, surge seis anos depois da ficção "Operação Outono", sobre o assassínio de Humberto Delgado.

Bruno de Almeida, que nasceu em Paris e viveu em Nova Iorque, é autor de filmes como "Bobby Cassidy" (2009), "The Lovebirds" (2007), "Amália, Uma Estranha Forma de Vida" (1995) e "Fado Camané" (2014).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.