"Para além do formato de tenda, as formas apontam também para o próprio lenço escutista e o modo como este assenta no pescoço", explica, em comunicado, Helena Vieira.

A arquiteta realça ainda os sentimentos potenciados pelo lugar: "A proteção, o encontro, o silêncio perante a paisagem, tudo é espetacular perante este sistema de vistas tão interessante".

O projeto pretende valorizar o ambiente intimista do local, aliado ao espírito escutista de comunhão com a natureza, sendo que a nova capela encontra-se no Campo Nacional de Atividades Escutistas (CNAE) em Idanha-a-Nova e teve a sua cerimónia de dedicação durante o 23.º acampamento nacional de escuteiros (ACANAC).

Pedro Ferreira, que partilha a autoria do projeto com Helena Vieira, valoriza o ambiente criado sempre que a noite cai.

"A luz, que parte de baixo e se projeta no conjunto e na grande cruz, valoriza estas dimensões", sublinha.

Este novo templo, dedicado a Nossa Senhora de Fátima, assenta numa estrutura de madeira, símbolo também das construções dos escuteiros, protegida apenas por um revestimento em zinco escuro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.