A capela de São Miguel da Universidade de Coimbra recebe a estreia da sexta edição do Ciclo de Requiem, com um concerto de um grupo vocal de Vila Nova de Famalicão dedicado a composições de Pedro de Cristo, “algumas em primeira apresentação”, informou o Coro Sinfónico Inês de Coimbra, entidade que organiza o ciclo.

“O génio musical de D. Pedro de Cristo tem sido objeto de estudo aprofundado, já que muitas das suas obras encontram-se, ainda, por revelar”, sublinhou a organização, em nota de imprensa enviada à agência Lusa, referindo que o espólio do compositor “está à guarda da Biblioteca da Universidade de Coimbra”.

O ciclo, que decorre até 06 de abril, apresenta cinco concertos em vários espaços da cidade e conta com a participação de quatro coros e três orquestras, que totalizam “mais de meio milhar de músicos”.

Citado em nota de imprensa, o maestro Artur Pinho Maia explica que a edição deste ano “representa uma viagem pelas várias épocas da música coral sinfónica”.

Depois do concerto em torno da obra de Pedro de Cristo, segue-se a interpretação de “Requiem” de Giuseppe Verdi, no dia 17.

A 24, dá-se “um salto até ao século XXI”, com um concerto em torno da obra do jovem compositor português Nelson Jesus, no Conservatório de Música de Coimbra, e, a 28, haverá uma homenagem a João Evangelista, padre da Sé Velha que faleceu em dezembro de 2017, ao qual é dedicada uma obra do francês Maurice Duruflé, na capela da Santa Casa da Misericórdia de Coimbra.

O ciclo termina a 06 de abril, com a “Criação”, de Joseph Haydn, obra interpretada pelo Coro Sinfónico Inês de Castro e a Orquestra do Norte, num concerto dirigido por Artur Pinho Maia, no grande auditório do Convento São Francisco.

O bilhete para cada concerto custa 10 euros e o bilhete geral para todo o ciclo custa 40 euros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.