Hoje foi o sexto dia de ensaios, mas o primeiro dos "Big Five" e de Portugal. Este grupo de países é assim conhecido porque dele fazem parte os cinco países participantes no Festival da Eurovisão com passagem direta à final do concurso — e aqueles que têm uma maior participação financeira na União de Radiodifusão Europeia. São eles a França, a Alemanha, a Itália, a Espanha e o Reino Unido. Portugal está automaticamente selecionado para a final uma vez que é o anfitrião do evento, e vencedor da edição anterior, com "Amar Pelos Dois", de Salvador e Luísa Sobral.

Para tentar a "dobradinha" concorre este ano Cláudia Pascoal, com o tema "O Jardim", de Isaura. As representantes nacionais subiram hoje, pela primeira vez, ao palco da Altice Arena, naquele que era um dos ensaios mais aguardados do dia pelos jornalistas já presentes no recinto.

As imagens do ensaio deixam antever aquilo que podemos esperar no próximo dia 12 de maio. Ora veja:

Os ensaios arrancaram a 29 de abril e são no total 95, “sem contar com os ‘stand in’ [ensaios de luz e de realização, com figurantes em vez dos concorrentes]", informou a organização do concurso. Alguns ensaios (os que acontecem nos dias das semifinais e da final) fazem parte dos nove espetáculos abertos ao público, para os quais os bilhetes estão praticamente esgotados.

Cada um desses nove espetáculos (incluindo as duas semifinais e a final), para os quais foram vendidos bilhetes em 88 países, terá cerca de 11.500 espectadores. A maioria desses bilhetes foi vendida em Portugal (26,55%), seguindo-se Espanha (18,35%), Reino Unido (12,97%), Alemanha (7,62%) e Holanda (3,32%). Esta lista inclui ainda outros países que participam no concurso, como a Austrália, a Ucrânia, França, Bélgica e Israel, mas também outros que não participam, como o Canadá, os Emirados Árabes Unidos, o Peru, a Coreia do Sul, o Vietname, a Venezuela ou o Brasil.

Quem não tiver bilhete para ver a final na Altice Arena, poderá assistir ao espetáculo na televisão ou na Eurovision Village, no Terreiro do Paço.

Eurovision Village já abriu portas

Durante nove dias a Eurovisão vive-se também no centro histórico de Lisboa. O Terreiro do Paço recebe, a partir desta sexta-feira, 4 de maio, concorrentes do Festival e músicos portugueses.

A Eurovision Village, que funciona diariamente das 10:00 às 00:00, é de acesso gratuito, até atingir a lotação máxima.

O Terreiro do Paço será palco de noites temáticas, espetáculos ao vivo, programação musical de vários géneros e para vários públicos, terá um ecrã gigante, um “Eurovision Café”, animação de rua e um estúdio da RTP, preparado para emissões especiais.

O palco do Eurovision Village é inaugurado hoje às 21:00 pelos Beatbombers (dupla formada por DJ Ride e Stereossauro), campeões mundiais de ‘scratch’, que atuarão a 12 de maio na Altice Arena, durante a final do concurso.

Há mais Eurovisão no Terreiro do Paço, e tem entrada livre
Há mais Eurovisão no Terreiro do Paço, e tem entrada livre
Ver artigo

Domingo é noite de três tributos a artistas portugueses, que foram apresentados pela primeira vez na edição deste ano do Festival da Canção: um tributo a Carlos Paião, preparado por JP Coimbra e Nuno Figueiredo, outro às Doce, da responsabilidade de Moullinex, e um outro a Simone de Oliveira, organizado por Nuno Feist.

Nesse dia, entre as 17:00 e as 19:40, quem se deslocar à Eurovision Village poderá ainda acompanhar, através de um ecrã gigante, o evento "Blue Carpet" (“Passadeira Azul”, em português), de apresentação dos concorrentes, que irá decorrer no Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), também em Lisboa.

Para segunda-feira à noite está marcada a "Atlantic Night" (Noite Atlântica), com atuações do angolano Waldemar Bastos e da Banda do Mar, que junta os brasileiros Marcelo Camelo e Mallu Magalhães e o português Fred Ferreira.

A Orquestra Metropolitana de Lisboa irá apresentar na quarta-feira "Os Maiores Clássicos Europeus” e, a 11 de maio, atuam os Orelha Negra e Capicua, que estará acompanhada da Guerrilha Cor-de-Rosa, composta por Blaya, Ana Bacalhau, M7 e Marta Ren.

A programação do espaço inclui ainda atuações dos concorrentes da edição deste ano e as emissões em direto, num ecrã gigante, das semifinais (na terça-feira e na quinta-feira) e da final (a 12 de maio), a partir das 20:00.

A Eurovision Village inclui também uma zona de restauração e uma outra ‘lounge’ e de sombras, bem como tendas dos patrocinadores e parceiros da iniciativa. Na vedação do recinto está uma exposição sobre as edições anteriores do concurso.

A caminho da Eurovisão

A Altice Arena, no Parque das Nações, será o palco das semifinais e da final do concurso, disputado por 43 países. O espetáculo será filmado por 19 câmaras, estando envolvidos três realizadores, dois portugueses e um dinamarquês.

O palco onde irão atuar cantores dos 43 países participantes, inspirado nos Descobrimentos e nos oceanos, foi desenhado pelo alemão Florian Wieder, responsável pelos palcos das edições de 2011, 2012, 2015 e 2017 do concurso.

A estrutura montada na Altice Arena inclui um palco com 460 metros quadrados, rodeado por uma ‘passerelle’ de 220 metros quadrados, que está ligada ao palco por duas pontes metálicas com doze metros cada uma. A ‘abraçar’ o palco estão três círculos suspensos do teto. O mais pequeno, com 60 metros de comprimento e, o maior, com 120.

A Eurovisão de A a Z: Tudo o que precisa saber para viver o Festival
A Eurovisão de A a Z: Tudo o que precisa saber para viver o Festival
Ver artigo

Para que isto tudo aconteça, está mobilizada uma equipa composta por cerca de 900 pessoas, à qual se juntam 400 voluntários. Pela Altice Arena irão andar ainda mais mil pessoas, das delegações dos 43 países a concurso.

Além dos concorrentes, vão atuar também na final o vencedor do ano passado, Salvador Sobral, acompanhado por Caetano Veloso, as fadistas Ana Moura e Mariza, a dupla Beatbombers e o músico e produtor Branko.

A acompanhar o concurso estarão 1.670 jornalistas acreditados, de 80 países.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.