Três concertos de música clássica, música tradicional portuguesa, com o grupo Segue-me à capela, e um outro concerto pela Banda Sinfónica da Polícia de Segurança Pública (PSP), de entrada gratuita, constam do programa da iniciativa que, pela primeira vez, se realiza nesta sala de teatro ao Rossio.

As artes performativas também marcam presença na iniciativa, com o espetáculo “Amores pós-coloniais”, pela companhia Hotel Europa, no dia 8, e outro da peça “By heart”, de Tiago Rodrigues, diretor artístico do teatro, no dia 9.

Ao longo dos quatro dias da iniciativa, o público poderá ainda assistir, de forma gratuita, a “Palavras de bolso”, com ‘sketches’ curtos interpretados por Ana Isabel Gonçalves e Paula Pina, que visam promover a língua portuguesa junto das crianças e dos jovens.

No campo do debate de ideias e da ciência, é realizada a conferência que debate efeitos e influência da “Inteligência Artificial” a nível global, “no futuro próximo e a prazo”, com investigadores e académicos de Braga, Porto, Coimbra e Lisboa.

Com direção de João Almeida, o Festival integra ainda um concerto com Os Músicos do Tejo intitulado “Uma Viagem pela Europa Barroca”, a realizar no dia 06, no Salão Nobre.

Um concerto pelo agrupamento de sopros o Quinteto À Vent-Garde: Sopros de luz, outro pela Orquestra Metropolitana de Lisboa, em que serão interpretados temas de Mozart e Brahms, e outro de jazz com os L.U.M.E. (Lisbon Underground Music Ensemble), que se apresenta pela primeira vez no D. Maria II, constam também do programa do Festival.

A peça “By heart”, de Tiago Rodrigues, a representar na sala Garrett, no dia 9, às 21:00, encerra o festival do canal público nacional, dedicado à cultura e à música erudita.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.