A edição número cinquenta do Festival da Canção arrancou ao som de “Ele e Ela” de Madalena Iglesias, canção que venceu o Festival da Canção em 1966. A cantora faleceu em janeiro deste ano aos 78 anos e o Festival não quis deixar de lhe prestar homenagem. "Todos sabiam quem ela era e todos saberão quem ela é", salientaram os apresentadores José Carlos Malato e Jorge Gabriel.

Mas as homenagens não se ficaram por aqui. Durante o período de votação João Pedro Coimbra e Nuno Figueiredo debruçaram-se sobre o cancioneiro de Carlos Paião, nome maior da história do Festival da Canção. "Vinho do Porto (Vinho de Portugal)", que em 1983 levou ao Festival em conjunto com  Cândida Branca Flor,"Souvenir de Portugal", "Zero a Zero" e "Ga-Gago" foram os temas revisitados do autor de "Playback". Também Dina "recebeu uma prenda". A autora de "Amor de Água Fresca" foi recordada num vídeo que passou em resumo a vida e obra da artista.

De Janeiro, que nos fez recordar Salvador Sobral, a Rita Dias, que recordou o Festival, ao longo de duas horas as 13 vozes desta semifinal disputaram um lugar na grande final e, quem sabe, no Festival da Eurovisão.

Entre regressos, como os de José Cid e Anabela, enquanto intérpretes, e os de Fernando Tordo e Jorge Palma, como compositores, o festival fez-se de muitas novidades, como os casos do jovem fadista Peu Madureira ou do bem conhecido JP Simões.

Mas apenas sete vão seguir em frente na competição. Vamos voltar a ouvir Peu Madureira (22 pontos), Janeiro (16 pontos), Catarina Miranda (16 pontos), Anabela (13 pontos), Beatriz Pessoa (11 pontos), Joana Barra Vaz (8 pontos) e Joana Espadinha (7 pontos) em Guimarães, no dia 4 de março.

Quem também não quis deixar de marcar presença foi Salvador Sobral. O músico que venceu com "Amar Pelos Dois" surgiu já no período depois do fecho de votações para apoiar o músico que convidou. O Festival introduziu este ano opção do vencedor da edição anterior voltar a participar ou convidar um compositor; a voz de "Amar pelos Dois" escolheu Janeiro. As semelhanças entre os dois são mais que musicais. Recorda-se de Salvador Sobral na "green room"? Janeiro juntou-lhe uma banana.

Reveja aqui as treze atuações da primeira semifinal do Festival da Canção

Votação

Os finalistas e vencedor são encontrados por votação do público (50%) e votação do júri (50%), num modelo inspirado no que tem vindo a ser seguido pela EBU (Eurovision Broadcast Union) nos últimos anos.

As chamadas do público são convertidas em pontos. A canção que tiver maior número de chamadas recebeBe 12 pontos, a que tiver o segundo maior recebe 10 pontos, a que tiver o terceiro maior 8 pontos. A partir da quarta canção mais votada e até à oitava, receberão, respetivamente e por esta ordem, 7, 6, 5, 4 e 3 pontos. O mesmo sistema para a votação do júri. No final, ambas são somadas e passam à final as sete com maior número de pontos.

Em caso de empate, como foi o caso, o presidente do júri, Júlio Isidro, tem a palavra.

A canção de Janeiro foi a preferida do júri e Peu Madureira conquistou o público "lá em casa". "A mesma canção" de Maria Amaral e "Austrália" de Bruno Vasconcelos não receberam um único ponto.

Votação do júri (Júlio Isidro, Ana Bacalhau, Carlão, Luísa Sobral e Sara Tavares, a radialista Ana Markl, o jornalista Mário Lopes e os compositores Tozé Brito e António Avelar Pinho)

"Austrália" - Bruno Vasconcelos (Compositor: Nuno Rafael)

"Sem Medo" - Rui David  (Compositor: Jorge Palma) | 2 pontos

"Eu Te Amo" - Beatriz Pessoa (Compositor: Mallu Magalhães) | 4 pontos

"Para Te Dar Abrigo" - Anabela (Compositor: Fernando Tordo) | 3 pontos

"Para Sorrir Eu Não Preciso de Nada” - Catarina Miranda - (Compositor: Júlio Resende) | 8 pontos

"Zero a Zero" - Joana Espadinha (Compositor: Benjamim) | 5 pontos

“(sem título)" – Janeiro (Compositor: Janeiro) | 12 pontos

"O Som da Guitarra É a Alma de Um Povo" - José Cid (Compositor: José Cid) | 1 ponto

"Anda Estragar-me os Planos" -  Joana Barra Vaz (Compositor: Francisca Cortesão e Afonso Cabral) | 7 pontos

"Só Por Ela"  - Peu Madureira (Compositor: Diogo Clemente) | 10 pontos

"Com Gosto Amigo"  - Rita Dias (Compositor: Rita Dias)

"Alvoroço" - (Compositor: JP Simões) | 6 pontos

"A Mesma Canção” - Maria Amaral (Compositor: Paulo Praça)

Votação do público

"Austrália" - Bruno Vasconcelos (Compositor: Nuno Rafael)

"Sem Medo" - Rui David  (Compositor: Jorge Palma) | 5 pontos

"Eu Te Amo" - Beatriz Pessoa (Compositor: Mallu Magalhães) | 7 pontos

"Para Te Dar Abrigo" - Anabela (Compositor: Fernando Tordo) | 10 pontos

"Para Sorrir Eu Não Preciso de Nada” - Catarina Miranda - (Compositor: Júlio Resende) | 8 pontos

"Zero a Zero" - Joana Espadinha (Compositor: Benjamim) | 2 pontos

“(sem título)" – Janeiro (Compositor: Janeiro) | 4 pontos

"O Som da Guitarra É a Alma de Um Povo" - José Cid (Compositor: José Cid) | 6 pontos

"Anda Estragar-me os Planos" -  Joana Barra Vaz (Compositor: Francisca Cortesão e Afonso Cabral) | 1 ponto

"Só Por Ela"  - Peu Madureira (Compositor: Diogo Clemente) | 12 pontos

"Com Gosto Amigo"  - Rita Dias (Compositor: Rita Dias) | 3 pontos

"Alvoroço" - (Compositor: JP Simões)

"A Mesma Canção” - Maria Amaral (Compositor: Paulo Praça)

Segunda semifinal

A segunda semifinal está marcada para 25 de fevereiro também no Estúdio 1 da RTP, em Lisboa, e será apresentada por Sónia Araújo e Tânia Ribas de Oliveira. Será a vez de outras 13 canções lutarem por um lugar na final e à semelhança do que fez para a primeira, a estação pública divulgará esta semana os excertos de 45 segundos dos temas.

Temas da segunda semifinal

  • "Sobre Nós" - Tamin (Compositor: Capicua)
  • "Canção do Fim" -  Diogo Piçarra (Compositor: Diogo Piçarra)
  • “Arco-Íris (Assim Cantou Zaratustra)" - Dora Fidalgo (Compositor: Miguel Angelo)
  • "All Over Again" – Sequin (Compositor: Bruno Cardoso)
  • "Sunset" - Peter Serrado (Compositor: Peter Serrado)
  • "O Voo das Cegonhas" – Lili (Compositor: Armando Teixeira)
  • "Patati Patata" - Minni & Rhayra (Compositor: Paulo Flores)
  • "Amor Veloz" - David Pessoa (Compositor: Francisco Rebelo)
  • "Bandeira Azul" - Maria Inês Paris (Compositor: Tito Paris)
  • "Pra Lá Do Rio" - Daniela Onís (Compositor: Daniela Onís)
  • "Anda Daí" - Rita Ruivo (Compositor: João Afonso)
  • "O Jardim"- Cláudia Pascoal (Compositor: Isaura)
  • "Mensageira" - Susana Travassos (Compositor: Aline Frazão)

Filomena Cautela e Pedro Fernandes serão os responsáveis pela apresentação da grande Final, o espetáculo que reunirá as 14 canções finalistas e que acontece a 4 de março no Multiusos de Guimarães.

O vencedor do Festival da Canção, que regressou no ano passado como uma janela renovada, abrindo o concurso a compositores que nunca nele tinham participado, irá participar em maio no Festival da Eurovisão da Canção, que este ano se realiza em Lisboa e  vai contar com a presença de 43 países a concurso – o maior número de sempre, facto que só aconteceu duas outras vezes, em 2008 e 2011.

A partir de 4 de maio, a Praça do Comércio irá transformar-se na Eurovision Village (aldeia da Eurovisão), que estará de portas abertas diariamente até 13 de maio, entre as 15:00 e as 23:00, e onde haverá espetáculos ao vivo, um ecrã gigante onde serão transmitidas em direto as semifinais e a final, animação de rua e outras atividades. A festa irá fazer-se também numa discoteca na zona ribeirinha, que toma o nome de Eurovision Club.

[A RTP enviou segunda-feira, dia 19 de fevereiro, de manhã um comunicado às redações onde dava conta de um erro na contagem de votos. O erro está na atribuição da pontuação do público às canções compostas por Mallu Magalhães (interpretada por Beatriz Pessoa) e por Jorge Palma (Rui David). Com a sua correção, a canção de Mallu sai do grupo das sete finalistas apuradas, dando entrada ao tema de Jorge Palma. Leia mais aqui]

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.