A reação das DOCE foi primeiro divulgada por uma página de fãs no Facebook. Ao SAPO24, Fátima Padinha confirma a veracidade do texto e acrescenta que a nota já responde a todas as questões sobre o tema.

Contactada pelo SAPO24, a RTP diz lamentar "profundamente o lapso de não ter feito chegar o convite pessoal às artistas DOCE". "Tal lapso foi totalmente contrário à nossa intenção, até pelo tributo em que nos empenhámos em prestar, perante todo o país, com todo o carinho e enorme nostalgia artística, a este coletivo tão histórico e presente no imaginário coletivo português", adianta a estação pública.

A primeira girl band portuguesa foi este domingo homenageada na grande final do Festival da Canção, que ditou como vencedora, e representante nacional na Eurovisão, Cláudia Pascoal com o tema "O Jardim", composto por Isaura.

Nessa noite as DOCE foram Catarina Salinas (Best Youth), Marta Ren, Selma Uamusse e Ana Bacalhau. Num medley composto pelos temas "Ali-Babá", "Ok-Ko", "Quente, Quente, Quente", "Amanhã de Manhã" e "Bem Bom", com o qual as DOCE venceram o Festival em 1982, as quatro vozes prestaram tributo ao super grupo feminino dos anos 80.

Na nota escrita por Fátima Padinha e Teresa Miguel, as duas DOCE lamentam não terem sido convidadas para o evento que tanto defenderam e por não terem tido a oportunidade de agradecer ao público. Por isso, confessam-se "tristes, muito tristes". "As DOCE estão vivas e nós gostamos, em respeito pelo nosso público, de marcar presença quando somos recordadas", dizem.

Leia o comunicado das DOCE na íntegra 

FESTIVAL DA CANÇÃO

A RTP lembrou-se de recordar algumas canções das DOCE, grupo a quem emprestámos as nossas Vozes e as nossas Almas de forma incondicional.

Ficámos felizes com a alegria contagiante e com o aplauso sincero que a nossa música continua a suscitar ao fim de quase 40 anos, mas tristes, muito tristes por não termos estado presentes. Não termos sido convidadas para o evento que tantas vezes defendemos, não tivemos a oportunidade de agradecer tão reconfortante ovação e sobretudo de manifestar a nossa gratidão a tantos portugueses de tantas gerações, que ao longo de anos nos fizeram sentir o seu precioso apoio e o seu inexcedível Amor...

Continuando a ser senhoras das nossas Vozes e das nossas faculdades, almejávamos ter podido dizer que nunca esquecemos os nossos fãs e que os iremos amar até ao fim dos nossos dias. Eles são uma das razões das nossas vidas e da nossa felicidade.

As DOCE estão vivas e nós gostamos, em respeito pelo nosso público, de marcar presença quando somos recordadas. Ao ver outros dignos vencedores do Festival da Canção, tive pena que se tivessem esquecido de nos convidar, a nós que vencemos dois festivais, com os Gemini e com as DOCE e onde participámos em tantos outros...

Um beijo grande para quantos, nunca se esqueceram de nós.

Fátima Padinha
Teresa Miguel

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.