A notícia foi confirmada esta segunda-feira pelo pugilista via comunicado.

"Há muito tempo que procuro alguém para contar a minha história", explicou Mike Tyson, que acredita que o seu regresso aos ringues e o "entusiasmo dos fãs" tornam este "o momento perfeito". "Estou ansioso para trabalhar com Martin [Scorsese], Antoine [Fuqua], Jamie [Foxx] e toda a equipa criativa para trazer ao público uma série que captura a minha trajetória profissional e pessoal, mas que também inspira e diverte", explicou ainda o antigo campeão de pesos pesados.

O site especializado The Hollywood Reporter (THR) frisa que ainda não há nenhum acordo sobre quem vai ser ficar com os direitos da série que vai cobrir o "tempo de vida" do ex-pugilista. O projeto (que inicialmente era para ser um filme) esteve ligado a vários realizadores, incluindo o próprio Scorsese e Todd Philips ("Joker"), mas sabe-se agora que será o realizador de "Dia de Treino" a tomar as rédeas.

No entanto, escreve a THR, a tarefa de encontrar um comprador (ou casa) pode revelar-se mais complicada do que parece à superfície. É que apesar dos nomes envolvidos poderá existir algum ceticismo por parte do público quanto à exatidão dos factos quando a narrativa se focar nos aspetos mais controversos da vida do pugilista (nomeadamente o facto de Tyson ter estado na prisão — onde chegou a receber a visita de Tupac Shakur — depois de ter sido condenado por violação em 1992), bem como o potencial desconforto com o facto de Tyson lucrar com o filme, ao servir como produtor executivo.

No ano passado, a Foxx mostrou a sua transformação física para calçar as luvas de Tyson bem como a sua "personificação" do ex-lutador.

Esta não será a única fez que a sua vida vai saltar para o pequeno ecrã. No final de fevereiro, a plataforma de streaming Hulu (Disney) anunciou a produção de outra minissérie biográfica ("Iron Mike"), da autoridade da equipa que realizou "I, Tonya" — filme protagonizado por Margot Robbie e que contou várias nomeações para os Óscares. Contudo, o ex-pugilista não deu a sua bênção ao projeto pois diz que será realizado sem o seu consentimento, chegando a falar da "ganância" da Hulu e a "apropriação" da sua história, pedindo um boicote à plataforma.

No dia 28 de novembro, "Iron Mike" voltou aos ringues, aos 54 anos, contra Roy Jones Jr. (de 51 anos), com um empate, como parte de uma nova liga de ex-astros do boxe, a "Legends Only League".

Nascido em Brooklyn, Mike Tyson é uma das figuras mais icónicas da história do boxe e é o mais jovem campeão mundial dos pesos pesados, tendo ganho o título aos 20 anos. "Kid Dynamite" fascinou o mundo com a força dos seus socos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.