A data do lançamento de “Julião Sarmento — The Complete Film Works” foi escolhida para coincidir com o dia do seu 73.º aniversário, segundo a organização, e será apresentado pela Escola das Artes da Universidade Católica, no Lux Frágil, onde será exibida uma seleção das obras.

Este livro em homenagem a Julião Sarmento, editado por Nuno Crespo e desenhado por Pedro Falcão, é editado pelo Centro de Investigação em Ciência e Tecnologia das Artes (CITAR) da Escola das Artes da Universidade Católica e pela Documenta — Sistema Solar.

O livro reúne a identificação, imagens, fichas técnicas, sinopses e transcrições de 40 obras ainda existentes, e a memória de 11 obras que foram destruídas e das quais não restaram cópias.

A obra “é um reconhecimento do trabalho extraordinário que Julião Sarmento desenvolveu com imagens em movimento” salienta Nuno Crespo, diretor da Escola das Artes – citado num comunicado da organização – e responsável pela coordenação do livro, que reúne, pela primeira vez, todas as suas obras em filme e vídeo num catálogo exaustivo.

Autor de uma obra multifacetada, Sarmento, nascido em 1948, em Lisboa, representou Portugal na Bienal de Arte de Veneza em 1997 e foi alvo de uma exposição pela Tate Modern, em Londres, em 2011.

No ano seguinte, o Museu de Serralves, no Porto, organizou a mais completa retrospetiva até hoje realizada do seu trabalho, reconhecido com a atribuição do Prémio da Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA).

No seu trabalho, combinava vários suportes, desde a pintura, a fotografia, o desenho, o vídeo, o som e a performance.

“É também uma homenagem e agradecimento a tudo o que o Julião nos ensinou”, acrescenta Nuno Crespo sobre um artista que começou a colaborar com a Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa em 2017, primeiro numa exposição com o título “Julião Sarmento. Film Works” onde se juntaram a maioria dos seus trabalhos em filme e vídeo.

Essa primeira exposição é o ponto de partida para a origem a do livro, cujos primeiros passos foram ainda acompanhados pelo artista.

Com conceito gráfico desenvolvido pelo Atelier Pedro Falcão, o livro tem textos inéditos de Delfim Sardo, administrador do Centro Cultural de Belém, com o pelouro da programação, Kerry Brougher, diretor fundador da Academy Museum of Motion Pictures em Los Angeles, e Chrissie Iles, curadora do Whitney Museum of American Art, de Nova Iorque.

Conta ainda com um portefólio fotográfico de Carlos Lobo e uma entrevista de Nuno Crespo e João Pedro Amorim com o artista sobre o seu trabalho em imagem em movimento.

“Julião Sarmento — The Complete Film Works” será lançado no dia 04 de novembro, às 23:00, no Lux Frágil, em Lisboa, seguido de uma festa com os DJ Dexter e Pedro Ramos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.