Como reza o provérbio: "não há duas sem três". Portanto, antes de nos sentarmos à mesa com a família e amigos e de nos empanturrarmos com as deliciosas iguarias típicas das festividades do Natal, à semelhança do que tem vindo a acontecer nos últimos dois anos, estamos de volta com um episódio duplo especial na companhia do Guilherme Fonseca e do Pedro Silva, autores do podcast "Private Joke", para fazer um "Especial Best of" sobre o que melhor se fez no cinema e na televisão em 2023.

Acho Que Vais Gostar Disto: As Melhores Séries de 2023
Acho Que Vais Gostar Disto: As Melhores Séries de 2023
Ver artigo

O episódio está dividido em duas partes: a Parte I é sobre filmes, a Parte II será sobre séries. A primeira já está disponível para ouvires nas tuas plataformas de eleição e a segunda sai na próxima semana, dia 28 de dezembro.

E tal como no ano passado, o João Dinis pediu a todos que enviassem o seu TOP10 do ano individual, para depois somar pontos por ordem de preferência e chegar a um TOP5 final global. Ou seja, depois de receber as listas de cada um, da posição um a dez, somou, respetivamente, 200, 150, 100, 80, 60, 45, 30, 20, dez e cinco pontos. Depois, fez as contas. Este foi o resultado:

Best of Filmes de 2023

  • Oppenheimer
  • Barbie
  • Homem-Aranha: Através do Aranhaverso
  • Assassinos da Lua das Flores
  • Guardiões da Galáxia - Vol. 3.

Revelado o nosso TOP, passamos a bola para o vosso lado. O que acham dos filmes da lista? Merecem fazer parte dos melhores ou sentem que faltam outros nomes? Digam de vossa justiça através das nossas redes sociais em @vaisgostardisto ou através do e-mail vaisgostardisto@madremedia.pt

Nota: além destes cinco filmes do TOP, há menções honrosas — que podes ouvir no episódio — e convém lembrar que a lista final não significa necessariamente que todos os participantes concordem com o ranking. Aliás, há inclusive alguns motivos de discórdia!

  • Ainda continua a valer. Não se esqueçam que até ao final de dezembro podem aproveitar para ir ao cinema com 40% de desconto na compra de dois bilhetes em bilheteiras físicas do Cinema City com o código AQVGD40!

Sugestões de estreias fresquinhas

Rebel Moon - Parte 1: A Menina do Fogo
Rebel Moon - Parte 1: A Menina do Fogo - Netflix

Saltburn (Prime Video). O novo filme de Emerald Fennell (realizou "Uma Miúda com Potencial" e interpretou Camilla Parker Bowles em "The Crown") mergulha no privilégio e drama das classes da sociedade britânica. Estreou esta sexta-feira na plataforma da Amazon e durante muitos meses andou no radar dos críticos (e há quem o veja como um dark horse nos Óscares).

Maestro (Netflix). A pegar na história de Leonard Bernstein, figura icónica da cultura americana, está um Bradley Cooper em modo Clint Eastwood: Cooper realiza, produz, escreve (a meias com Josh Singer, o guionista de "Spotlight") e dá vida ao energético e prodigioso homem da batuta que tanto compunha música clássica como ligeira. A transformar o solo de Bradley Cooper num dueto está a britânica Carey Mulligan, que dificilmente escapará a uma terceira nomeação nos Óscares. É um dos melhores filmes do ano, já falámos dele no nosso podcast e depois de ter estado nas salas de cinema ficou disponível no streaming.

Rebel Moon - Parte 1: A Menina do Fogo (Netflix). Num registo completamente diferente das duas sugestões anteriores, o novo filme de Zack Snyder ("300", "Watchmen - Os Guardiões"), como salienta a crítica do Washington Post, é um "Star Wars" em esteróides. E há uma razão para isso: é que a Snyder escreveu o filme como fazendo parte do universo das estrelas, mas a Disney rejeitou o guião. Então, Snyder reescreveu o argumento, passou a "original" e a Netflix abriu os cordões à bolsa. O resultado é um festim visual já disponível para consumo com as rabanadas e filhós.

Plano de Família (Apple TV+). A nova comédia de ação de Mark Wahlberg é o filme mais visto de sempre da plataforma da maçã. Estreou no dia 15 e Portugal não foge à tendência, uma vez que, por cá, é o filme mais visto da AppleTV+. A história segue Dan Morgan (Wahlberg), um pai de família pacato dos subúrbios que a mulher gostava que fosse mais "excitante". O que ela não sabe é que o marido é… um ex-assassino.

Um vídeo de Natalício: "I'm Just Ken"

Margot Robbie é a estrela do mundo cor-de-rosa de "Barbie", mas na canção "I'm Just Ken" é Ryan Gosling quem brilha. E para a delícia dos fãs da música do filme de Greta Gerwig, acabou de ser lançado um EP com três versões inéditas do hit — uma acústica, outra natalícia e uma versão pop.

Já disponível para ouvires no Spotify e nas plataformas habituais.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.