Andrew Coimbra, que estagiou na Proenza Schouler, em Nova Iorque, lançou a sua marca homónima em 2015, ano em que foi um dos finalistas do concurso Emerging New Labels da Semana de Moda Masculina de Toronto. No ano passado, foi finalista na competição New Label do Toronto Fashion Institute e chega hoje à ModaLisboa, com um desfile no Pavilhão Carlos Lopes, inserido na plataforma LAB, dedicada aos novos talentos.

Além de Andrew Coimbra, apresentam hoje coleções na ModaLisboa, para a primavera do próximo ano, no âmbito do LAB: Carolina Machado, Olga Noronha, Gonçalo Peixoto, Imauve e Duarte.

Os desfiles de Imauve e Duarte, que decorrem no Lago do Botequim do Rei, no Parque Eduardo VII, são abertos ao público. Todos os outros, no Pavilhão Carlos Lopes, são acessíveis apenas por convite.

Além dos novos talentos, hoje são ainda apresentadas no Pavilhão Carlos Lopes as propostas para a próxima estação quente dos consagrados Filipe Faísca, Kolovrat e Dino Alves, a quem cabe encerrar a 51.ª edição da ModaLisboa.

Entre as atividades que a ModaLisboa tem abertas ao público está também o ‘WonderRoom’, uma ‘pop-up store’ (loja temporária), onde será possível conhecer e comprar peças de 24 marcas e ‘designers’ nacionais, em áreas como artesanato, têxtil, joalharia, vestuário, acessórios e ‘lifestyle’.

O “Wonder Room” irá funcionar entre as 14:00 e as 22:00, junto ao Pavilhão Carlos Lopes.

No mesmo local, será possível visitar-se a exposição de fotografia e ilustração da plataforma “Workstation”. Nesta edição, serão apresentados trabalhos de Pedro Leote, Andy Dyo, Frederico Santos (fotografia), Camila Gondo, Mafalda Filaho e Perky Mary (ilustração).

Também abertas ao público, estarão patentes, junto ao Pavilhão Carlos Lopes, a exposição "Portuguese Shoes", "homenageando o saber-fazer e qualidade de uma indústria que alia tradição e modernidade", e o showcase ModaPortugal, "instalação que conjuga moda, tecnologia, sustentabilidade, futuro, lifestyle, arte e design através de exemplos de produção industrial e criatividade nacional, explorando e potenciando o relacionamento entre a industria têxtil e de vestuário, marcas e designers".

Entretanto, hoje haverá ainda “instalações e mesas redondas, em paralelo com momentos de ‘networking’ que visam a disseminação nacional e internacional das últimas tendências do mercado de moda”, no âmbito do ‘Check Point’, “um novo espaço de diálogo, desenhado para criativos, empreendedores e todo o público profissional da Lisboa Fashion Week”, cuja maioria das atividades exige inscrição prévia.

A 51.ª edição da ModaLisboa, que termina hoje, marca o início de um novo ciclo na moda em Portugal.

No dia 11 de setembro, a Associação ModaLisboa, que organiza a ModaLisboa, e a Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), responsável pelo Portugal Fashion, assinaram um protocolo de colaboração que prevê uma nova semana da moda portuguesa.

A versão ‘beta’ desta semana de moda, uma espécie de estágio, prossegue com a 43.ª do Portugal Fashion, de 18 a 20 de outubro.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.