O musical de Andrew Lloyd Webber será exibido durante a época de Natal e Ano Novo e, depois, terminará a sua história em 18 de fevereiro.

Fontes disseram ao jornal New York Post que vai haver uma grande festa para comemorar os 35 anos de palco.

“O Fantasma da Ópera”, segundo fontes, está a perder cerca de um milhão de dólares (cerca de um milhão de euros) por mês, desde que regressou aos espetáculos, em outubro de 2021, após o confinamento devido à covid-19.

Desde a sua estreia no Majestic Theatre, em 26 de janeiro de 1988, o musical, produzido por Cameron Mackintosh e pela companhia Really Useful Group de Lloyd Webber, teve 13.7333 apresentações em quase 35 anos.

“O Fantasma da Ópera” ganhou sete Tony Awards (o mais prestigioso prémio do teatro dos Estados Unidos), incluindo o de Melhor Musical, em 1988.

O segundo espetáculo com mais durabilidade na Broadway trata-se de “Chicago”, de John Kander e Fred Ebb, com 25 anos de palco e 10.090 apresentações.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.