Um comprador pagou cerca de 777 mil euros pela obra “The House”, de Botero, uma pintura que idealiza uma casa colombiana e que é fruto da nostalgia que invadiu o artista após a sua partida para a Europa, em 1952.

A venda de uma única tela com um preço estimado em mais de 800 mil euros (um milhão de dólares), “Lux Perpetua”, de Cláudio Bravo, foi declarada nula.

Três artistas latinos contemporâneos – Eduardo Berliner, Pia Camil e Rafael Gómezbarros – estrearam-se a vender as suas obras por um valor igual ou superior ao estimado.

O lote sobre o colonialismo espanhol foi vendido na íntegra, e foi um dos mais cobiçados, com inúmeras ofertas de clientes latino-americanos e americanos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.