De acordo com a Direção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas (DGLAB), a linha de apoio à tradução e edição contemplará, com um total de 18.000 euros, quatro editoras francesas, que irão editar aqueles autores.

Pela Agullo Editions sairá “Ouro, Prata, Silva”, do escritor luso-alemão Miguel Szymanski, enquanto a Éditions Métailié publicará “Os vivos e os outros”, do autor angolano José Eduardo Agualusa, e L’Oeil du Prince recebe apoio para editar a dramaturgia “A acompanhante”, de Cecília Ferreira.

De Gonçalo M. Tavares serão publicadas duas obras em francês pela Éditions Viviane Hamy: “A mulher sem cabeça e o homem do mau olhado” e “Cinco meninos, cinco ratos”.

Estas cinco obras serão traduzidas e publicadas no mercado francês, por conta de uma linha de apoio especial, criada pela DGLAB e pelo Instituto Camões, no âmbito da Temporada Portugal-França 2022.

O apoio destinava-se a obras de autores portugueses e de autores africanos e timorenses escritas em português, para serem publicadas em francês até ao final de 2022.

A Temporada Portugal-França é uma iniciativa de diplomacia cultural, de aprofundamento de relações entre os dois países e decorrerá entre fevereiro e outubro de 2022.

A iniciativa tem curadoria do encenador Emmanuel Demarcy-Mota, coadjuvado por Manuela Júdice e Victoire Bigedain Di Rosa no comissariado-geral em cada um dos países.

Concebida para aproximar os dois países, através de uma programação vasta, a Temporada Portugal-França contará com cerca de 200 projetos transversais à cultura e à ciência, como explicou a comissária, Manuela Júdice, em entrevista recente à agência Lusa.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.