De acordo com comunicado da organização, ao longo dos três dias, os concertos vão ter lugar em salas como B’Leza, Musicbox, Sabotage, Rive Rouge, Viking, Lounge, Tokyo e Europa, enquanto o programa profissional vai decorrer Rua da Boavista 9, Rua das Gaivotas 6 e Pólo Cultural das Gaivotas – Boavista.

Como já tinha sido anunciado, o concerto de abertura, no dia 4 de abril, vai contar com as atuações de Legendary Tigerman, Capitão Fausto e PAUS, a convite da banda brasileira Boogarins.

Os concertos que decorrem a 5 de abril apresentam, entre outros, os nomes portugueses de Best Youth, Ermo e The Poppers, os espanhóis Zulu Zulu, Candeleros e The Zephyr Bones e os brasileiros Maurício Takara, Ricardo Dias Gomes e o conjunto luso-brasileiro O Gringo Sou Eu.

Os espetáculos que se realizam no último dia do evento contam com as bandas francesas Futuro Pelo, Naïve New Beaters e Elbi, os noruegueses Dark Times e Toft, e ainda os portugueses Luís Severo, Galo Cant’Às Duas e Bruno Pernadas, entre outros.

No campo do programa profissional, o produtor José Fortes, responsável por discos de artistas como José Mário Branco, Paulo de Carvalho e Sérgio Godinho, é o convidado nacional desta edição e vai estar à conversa com o jornalista Mário Lopes.

Às sessões realizadas na convenção juntam-se dezenas de debates sobre a indústria musical, com profissionais da área.

“Música e ativismo”, "Repensando a digitalização da música: estão os serviços de 'streaming’ a providenciar outra forma de ser indie?", "A música move a Europa: o programa de financiamento da União Europeia para o setor da música”, "Hip-Hop: porque continuamos a não falar sobre isto?" e "Perspetivas do mercado musical brasileiro” são alguns dos temas que se realizam no âmbito dos encontros profissionais.

Esta edição inclui ainda oficinas com aulas de componente teórico-prática sobre comunicação e criação de conteúdos, apresentadas por Keith Vaz, e estratégias de ‘marketing’ para bandas, com Matthew Errington.

A SACEM - Sociedade Francesa de Autores vai também realizar uma oficina sobre o percurso de uma obra musical após o seu registo na sociedade de autores.

Durante os três dias, será ainda possível assistir a apresentações de eventos realizados pela plataforma Liveurope, dedicada à promoção de artistas europeus emergentes, das promotoras de concertos Beirut Jam Sessions, Sofar Sounds Lisbon e da International Artist Organisation.

O bilhete que abrange o espetáculo de abertura e os concertos custa 35 euros, enquanto bilhete de acesso aos concertos está disponível por 25 euros. Por seu lado, os bilhetes para profissionais, que incluem acesso à convenção, base de dados de profissionais e entrada prioritária nos concertos, têm o custo de 60 euros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.