No seu 24º. romance — o 12º. da série Tomás Noronha — José Rodrigues dos Santos leva a narrativa para o Oriente, para o "coração da geopolítica num contexto da atual grave tensão mundial, e mostra a grande ameaça que o Ocidente hoje enfrenta", lê-se no comunicado da editora.

De acordo com o dossier enviado às redações, a trama gira à volta de Madina, chinesa uigure a sofrer perseguições étnicas, e Maria Flor, portuguesa que se encontra na Índia para participar numa conferência internacional.

José Rodrigues dos Santos
créditos: Planeta de Livros

Ambas são raptadas, cabendo ao marido de Maria Flor, Tomás Noronha (historiador e protagonista desta série de romances) iniciar as buscas para resgatá-las, contando com a inesperada ajuda de um agente secreto americano.

Segundo o dossier, a história envolve profecias bíblicas, a Nova Rota da Seda, o controlo da Internet e das redes sociais na China, assim como nos centros de reeducação e na existência de trabalhos forçados.

Este é o primeiro romance de José Rodrigues dos Santos pela Planeta, depois de deixar a Gradiva. Jornalista da RTP, o escritor venceu o Prémio Bertrand de Ficção, o Prémio do Clube Literário do Porto, o Prémio do Portal da Literatura e o Prix Littéraire de la Lusophonie.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.