O anúncio foi feito esta terça-feira, pouco depois das 16h30, numa cerimónia conduzida pela Academia de Televisão dos Estados Unidos para desvendar os nomeados para os Prémios Emmy. Dos melhores atores às melhores séries, categoria após categoria ficámos a conhecer aquelas que foram consideradas as melhores produções da segunda metade de 2019 e da primeira de 2020. Sem grandes surpresas, o inesperado chegou anunciado pela host Leslie Jones, na categoria de Melhor Série Dramática.

Primeiro ouviu-se "Better Call Saul". Seguiram-se, não necessariamente por esta ordem, as já esperadas nomeações de "The Crown", "The Handmaid’s Tale" e "Succession". Aos já anunciados juntaram-se ainda "Ozark", "Stranger Things" e "Killing Eve". Pelo meio surgiu aquela que muito provavelmente foi a maior surpresa da cerimónia: "The Mandalorian".

A série pertence ao universo Star Wars e estreou em novembro de 2019 no Disney+, o serviço de streaming da Disney cuja chegada a Portugal está prevista para o próximo mês de setembro. É o primeiro live action do universo Star Wars, uma vez que todos os conteúdos anteriores ao nível de séries foram feitos através de animação, e é também a primeira produção a ser indicada para uma das principais categorias dos Emmys, os prémios da Academia de Televisão dos Estados Unidos, que premeiam o de que melhor se faz na indústria televisiva.

Um sucesso ainda antes de ter estreado

Não é de agora que a história e as personagens de Star Wars têm uma imensidão de fãs que acompanham de perto o universo. Depois de oito filmes (o nono só saiu posteriormente, em 2019), quando, em 2018, o Disney+ anunciou que o seu serviço iria ser inaugurado com a série "The Mandalorian". Não tardou até essa mesma massa fanática ir atrás daquele que prometia ser o próximo capítulo da saga, num formato ligeiramente diferente.

24 horas, um dia, foi o tempo que foi preciso para o Disney+ começar a quebrar recordes com esta estreia, e chegar aos 10 milhões de subscritores. A fasquia estava elevada e as expectativas eram altas, mas a série não desiludiu e o feedback que recebeu acabou por ser positivo. "The Mandalorian" foi capaz de reinventar o universo Star Wars com um conceito diferente daquele visto anteriormente, com a ação acontecer alguns anos depois do ponto em que fomos deixados no filme "Star Wars: O Regresso de Jedi".

Jon Favreau é o grande nome por detrás da série. Escreveu, criou e produziu "The Mandalorian". O enredo conta a história de um Mandaloriano, Din Djarin, interpretado por Peter Pascal, que é um caçador de recompensas na galáxia, solitário e rebelde. Mando, como também é chamado, fica responsável por proteger uma criatura da mesma espécie da conhecida personagem Yoda, The Child, que é procurada tropas do Império, pelo seu poder no controlo da Força.

A produção da série também é um dos pontos mais falados por quem percebe do assunto. Com um orçamento de 100 milhões de dólares, os oito episódios da primeira temporada foram produzidos numa combinação entre sets virtuais e CGI. Esta foi uma das primeiras grandes produções a substituir a técnica de greenscreen por paredes LED. Há até uma reportagem produzida pelo Insider, que nos dá uma visita ao  universo de "The Mandalorian", e nos conta mais sobre a forma como a série foi gravada.

O sucesso da série levou a que, mais tarde, o Disney+ disponibilizasse a série documental "Disney Gallery: The Mandalorian", sobre os bastidores do novo fenómeno do universo Star Wars.

The Mandalorian (2019)
créditos: Disney +

A Internet delirou com "The Mandalorian"

Quem é um ávido consumidor de redes sociais e de memes, uma expressão criada para designar uma imagem, um vídeo ou um conteúdo humorístico, com certeza já se cruzou com imagens do Baby Yoda. As primeiras começaram a surgir no final de 2019, altura em que a série "The Mandalorian" estreou, e, para surpresa de muitos, derreteu o coração dos internautas. Aqui estão alguns exemplos criativos.

Se a personagem Yoda já é uma das mais conhecidas do universo, a versão (ainda) mais pequena fez furor. A série, que já arrecadava um alto número de seguidores atentos, começou a ser muito falada nas redes sociais e ganhou ainda mais fãs pela personagem, ainda que esta não seja a principal do enredo, que acaba por ser um cruzamento entre drama, ação e western espacial.

Mas não foi só nas redes sociais que a audiência se rendeu a "The Mandalorian". Tanto os fãs como os críticos receberam bem a série. Na plataforma de crítica IMDb, a classificação atribuída é de 8,7, nas 10 estrelas possíveis, e no Rotten Tomatoes conta com uma pontuação de 93%, quer na avaliação dos críticos, quer na da audiência. 

Agora na corrida aos Emmys, esta não foi a única nomeação que a série recebeu. Entre as 15 vezes em que o nome é mencionado nas listas de melhores produções televisivas, destaca em categorias que vão desde de Melhor Ator Convidado em Série de Drama, pela participação de Giancarlo Esposito, aos Melhores Efeitos Visuais, passando ainda pela nomeação de Taika Waititi, indicada como uma das melhores performances de voice-over [locução] pela personagem IG-11. 

Depois do sucesso da primeira temporada, os fãs de "The Mandalorian" e do universo Star Wars já estão em contagem decrescente para estreia da segunda temporada, que vai chegar ao Disney+ em outubro deste ano. Mas, ao que indica, não fica por aqui, e a terceira temporada já começou a ser pensada, tendo visto a sua produção atrasada devido à pausa da indústria perante a pandemia que afetou todo o mundo.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.