“Em maio a ideia já estava de pé”, conta Nelson da Silva, de 32 anos, em entrevista ao SAPO24. Apaixonado por carros clássicos, encontrou na internet à venda, enquanto estava com amigos “numa noite de copos”, uma carrinha funerária Renault Trafic de 1990. Decidiram avançar para a compra, um impulso, mas depois, com o veículo à porta, era preciso dar-lhe uso. A criatividade levou-os, Nelson da Silva e José Gonçalves, a criar a RipperTours.

“Ofereceram-nos um caixão e tudo”, conta Nelson da Silva. Foram buscar o carro ao Alentejo, perto de Moura, e trouxera-no para Albufeira, no Algarve. Decoraram-na e investiram num serviço inovador: tours de carro funerário, com lotação para seis pessoas, onde é possível conhecer o Algarve de copo na mão.

“Para uma tour de uma hora, com bebidas, fazemos preços a partir dos 60 euros”, conta Nelson da Silva, para quem este negócio em nada desrespeita a morte ou o luto. Mas já tiveram más reações, perguntamos. “Sim, dos vizinhos, mas agora viram a reportagem na televisão e já gostam mais”, conta o jovem empresário que chegou inclusivamente a trabalhar numa funerária, cerca de quatro meses. “Dei-me bem, foi uma experiência que gostei”, conta.

Uma vez montado o conceito, começou a divulgação. Das páginas de Facebook, à rádio, passando pela televisão, a RipperTours tem tido alguma projeção e isso ajudou a aumentar a procura. “Temos tido muito serviço. Nós pensámos, inicialmente, que os ingleses iam aderir bem a isto, mas os portugueses são quase 70% dos clientes”. De festas de anos, a despedidas de solteiro/a, até jantares de empresa e tours turísticas. A chegada do Inverno  - época baixa para o turismo - não os assusta porque têm recebido vários pedidos e há mesmo quem os questione se vão trabalhar todo o ano.

O negócio ainda não permite sustentar os seus criadores. Então, Nelson mantém-se a trabalhar no setor turístico, nos transfers, e José continua como GNR. Para já, “dá para ganhar uns trocos” mas a ideia é investir mais no próximo ano. “Temos licença de animação turística, vamos entrar com o processo de patente”, conta Nelson.

A RipperTours opera sobretudo em Albufeira e Vilamoura, mas está disponível para fazer serviços em todo o Algarve. Lisboa? talvez, a seu tempo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.